Em comemoração ao Agosto Dourado, mês de incentivo ao Aleitamento Materno, o Centro de Saúde Edson Teixeira Barbosa, unidade administrada pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH), em Salvador, está intensificando as ações de sensibilização sobre a importância da amamentação.

Durante todo mês, os colaboradores do serviço promoverão rodas de conversa sobre o tema alertando os usuários da unidade sobre os benefícios da prática. "O leite materno é considerado o melhor alimento para os bebês, favorecendo uma série de benefícios essenciais para a vida do recém-nascido como o fortalecimento da imunidade, diminuição dos riscos a alergias e combate a anemia", afirmou Roseli Leal, gestora do posto.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), no Brasil, 41% das mães amamentam exclusivamente até os seis meses – dobro da taxa registrada nos EUA, Reino Unido e China. Apesar do bom indicador, o objetivo do órgão é ampliar a prática no país através da promoção de estratégias de incentivo ao aleitamento.

AS VANTAGENS DO ALEITAMENTO MATERNO

Promove uma interação profunda entre mãe e filho;
Ajuda no desenvolvimento motor e emocional da criança;
Faz o útero da mãe voltar mais rápido ao tamanho natural;
Diminui o risco de hemorragia pós parto e, consequentemente, de anemia na mãe;
Ajuda a mulher a voltar mais rapidamente ao peso que tinha antes da gestação e diminui o risco de câncer de mama e de ovário.

O leite materno é um alimento completo e ideal para o bebê, pois ele contém todos os nutrientes em quantidades adequadas, proporciona ótimo crescimento, é de fácil digestão, fornece água para hidratação, protege contra infecções e alergias e propicia menos problemas ortodônticos (dentes) e fonoaudiólogos (na fala) associados ao uso de mamadeira.

Muitos mitos ainda cercam o aleitamento materno e eles podem atrapalhar esse momento tão importante. Veja alguns mitos e verdades.

Verdades:

Estresse influencia na produção do leite;
O leite materno pode ser congelado;
O aleitamento materno exclusivo deve ocorrer até o sexto mês de vida;
Mulheres que estão amamentando não podem tomar nenhum tipo de medicamento sem prescrição médica;
Não existe leite fraco.

Mitos:

O leite de vaca é mais completo em nutrientes que o leite materno;
Se a mãe não amamentar o primeiro filho, não conseguirá amamentar o segundo;
A produção de leite só começa três dias após o parto;
O bebê com diarreia não deve ser amamentado;
Quando a mulher engravida novamente, não pode mais continuar amamentando;
Algumas mulheres produzem pouco leite e, por isso, ele não deve ser oferecido para o bebê.