O nascimento de uma criança é sempre um momento especial, principalmente para os pais, que costumam se cercar de todos os cuidados para que o parto seja seguro e deixe boas lembranças. Esta foi a preocupação do jovem casal Daianny Jamilly dos Santos, 25 anos, e Filipe Teixeira Miranda, 28 anos. Semanas antes de completar nove meses de gestação, Dayanny e o marido visitaram o Hospital Estadual Infantil e Maternidade Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha, exercendo o direito que toda mulher tem de criar vínculo prévio com a maternidade onde gostaria de dar à luz. No caso do casal, o primeiro filho, uma experiência ainda mais especial.

“Eu já tinha ouvido falar muito bem do Himaba. Outras pessoas que tiveram seus filhos aqui me aconselharam muito. Gostei do espaço e o que eu vi só fez confirmar tudo o que eu havia escutado”, destacou Daianny, que recebeu total apoio do marido. “Eu fiquei muito mais tranquilo sabendo que o local tem excelentes profissionais e ofereceria muita segurança pra ela e para o meu filho. E poder participar do parto, ver meu filho chegar ao mundo é algo inexplicável. Aqui nós tivemos tudo isso e eu estou muito satisfeito”, comentou o papai do Gabriel, que chegou ao mundo pesando 3,830 kg e medindo 51 centímetros.

Quem apresentou a Maternidade do Himaba para o casal foi a enfermeira Rosana Melo da Silva, coordenadora do setor. Ao lado do marido, Daianny fez questão de conhecer tudo, inclusive a equipe de assistência da Maternidade. Segundo Rosana, este momento com as mães é muito importante para que as gestantes se sintam seguras. “É muito bom quando a gente consegue receber a futura mamãe e explicar para ela no local como será feito o parto, assim ela fica tranquila. Prezamos muito pelo atendimento humanizado. Muitas mulheres vêm ter o primeiro filho e é tudo novo para elas, por isso, a atenção da equipe é primordial”, destacou a coordenadora da Maternidade.

Já com o filho nos braços, o pai, Filipe Teixeira, não conteve a emoção e estampou no rosto o orgulho de ser papai pela primeira vez. “Eu nem sei como descrever esta emoção que eu estou sentindo agora. Eu só tenho a agradecer a todo mundo, médicos, enfermeiros, a enfermeira Rosana, a todos, muito obrigado!”, disse.

Saiba mais

O Hospital Estadual Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba) é administrado pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH) a partir de um contrato de gestão firmado com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). O hospital é público, portanto, realiza atendimento totalmente gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). O Himaba funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. A Maternidade do hospital conta com 36 leitos de obstetrícia em alojamento conjunto e quatro leitos de pré-parto. O hospital dispõe também de uma unidade neonatal com 51 leitos, dos quais 30 são leitos de terapia intensiva (Utin), 15 de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (Ucinco) e seis são leitos de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru (Ucinca).