O Setembro Amarelo é uma campanha criada com o intuito de informar as pessoas sobre o suicídio, uma prática normalmente motivada pela depressão. Mesmo com tantos casos notórios, crescentes a cada ano, ainda existe uma expressiva barreira para falar sobre o problema.

Sempre voltado para o tratamento humanizado, o Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI), unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), adotou a visita virtual aos pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da unidade. Com as visitas presenciais suspensas desde o dia 23 de março, como parte do protocolo de segurança e prevenção do novo Coronavírus (Covid-19), a nova ferramenta é fundamental. Além de proporcionar a segurança tanto dos pacientes como de seus parentes, garante o elo entre as duas partes. Frente ao contexto emocional e social do paciente, diante da pandemia e precaução imposta, o setor de Psicologia, através de seus profissionais que acompanham de perto os pacientes, implementou formas de aproximação do paciente com sua rede de suporte social. Daí, a disponibilização da chamada de vídeo, garantindo a visita virtual aos pacientes. Segundo a coordenadora do setor de Psicologia, Flávia Zenha, através dessas chamadas de vídeo o paciente sente que não foi abandonado. “Os pacientes recebem o carinho e apoio de seus familiares e com isso mantém o vínculo afetivo, o que resulta numa melhora em seu quadro emocional e consequentemente no estado físico”, afirma a psicóloga. As chamadas de vídeo são realizadas duas vezes na semana para os pacientes acordados e conscientes. A psicóloga liga antes para a família, para explicar o propósito da nova forma de contato, dar notícia do paciente internado, sondar o que será conversado e agendar o horário da visita virtual. No horário marcado, o profissional liga novamente e acompanha todo o processo. “Além da chamada de vídeo, os familiares recebem diariamente, das 14h às 15h, o boletim médico com a situação clínica dos pacientes. Para a diretora técnica do HMI, Sara Barbosa  é hora de se reinventar e redobrar os cuidados com os pacientes. “Diante da impossibilidade de receberem visitas nos leitos, estamos usando a tecnologia ao nosso favor, para garantir a humanização do cuidado ao nosso paciente. Com esse contato virtual estreitamos os vínculos e favorecemos o bem-estar dos internos, nesse momento tão difícil que estamos vivendo”, salientou a diretora. 

O IGH contrata profissionais PCD para funções variadas. Os interessados devem enviar currículo e laudo médico para curriculo.pcd@igh.org.br. 
No título do e-mail coloque a vaga pretendida

“Cartas com amor” é um projeto criado pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH), que administra o Hospital Regional Deputado Luis Eduardo Magalhães, e é destinado à preservação do convívio familiar dos pacientes com COVID-19 em isolamento na Unidade, que recebem através do preenchimento de formulário eletrônico, cartas de amigos e familiares.

Em funcionamento há uma semana, o programa já recebeu várias mensagens. Aos pacientes que estão conscientes, elas são impressas e entregues em mãos, àqueles que estão entubados, as cartas são lidas pela equipe de enfermagem, com o objetivo principal de manter o elo familiar e passar um conforto em meio às restrições ao recebimento de visita.

A filha de uma paciente que está na UTI se emocionou ao falar da iniciativa: Sem poder ver ou falar com minha mãe agora, essa é a melhor maneira que o Hospital poderia encontrar de me conectara ela. Sei que ela está inconsciente, e mesmo que outra pessoa esteja lendo pra ela, é uma maneira de nos deixar mais próximas. O projeto é incrível, obrigada a todos os envolvidos, e a equipe que tem cuidado dela com tanto carinho. Isso deixa meu coração mais calmo.” Agradeceu Nataly.

O projeto é mais uma ação de humanização, que é um dos principais valores do IGH, e o resultado está no sorriso de cada paciente que tem um estímulo a mais para se recuperar. “Desde o recebimento da notícia, no momento em que a pessoa é diagnosticada, ela já é orientada ao isolamento. Familiares e pacientes iniciam aí uma medida árdua e sofrida, onde lhes são omitidos o contato íntimo e todas as formas de carinho. As cartas propiciam conforto e paz tanto para quem recebe o amor em forma de palavras, quanto para quem doa esse amor. É um ato de amor num momento de medo e incertezas, que só traz benefícios.” Destacou Rodrigo Carvalho, diretor técnico do HRDLEM.

O IGH amplia sua atuação no combate ao coronavírus e assume a gestão de uma unidade exclusiva para o atendimento de pacientes com covid-19 no município de Camaçari – Bahia.

O processo seletivo para cadastro reserva exclusivo para Salvador e região metropolitana. Interessados enviar currículo para: curriculo@igh.org.br

VAGAS:

Almoxarife

Auxiliar de Almoxarifado

Assistente Social 

Auxiliar de CAF (Central de Abastecimento de Farmácia)

Auxiliar de lavanderia e rouparia

Auxiliar Farmácia

Enfermeiro com experiência em UTI e /ou emergência

Farmacêutico

Fisioterapeuta

Fonoaudiólogo

Maqueiro

Psicólogo

Recepcionista

Técnico Informática

Técnico Administrativo (mat/pessoal)

Técnico arquivista

 Técnico de Laboratório

Técnico Contabilidade/Faturista

Técnico de Enfermagem com experiência em UTI e /ou emergência

Técnico de Radiologia

Técnico de Segurança do Trabalho

Técnico em eletricidade

Técnico em hidráulica

Técnico em Refrigeração

Técnico estatístico

Vigilante/Portaria

Terapeuta Ocupacional

Nutricionista

Auxiliar de Serviços Gerais

Motorista de Ambulância.