UPA Paripe, em Salvador, foi contemplada com um novo gripário

Para elevar a resolutividade dos atendimentos relacionados a síndromes gripais em tempos de pandemia, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Paripe, em Salvador, foi contemplada nesta semana com um gripário disponibilizado na unidade municipal gerida pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH).A estrutura provisória é o segundo gripário da cidade, com essa implantação, os leitos de observação da UPA de Paripe foram ampliados em 68%, passando de 25 para 37, e a sala vermelha para estabilização de pacientes críticos, que antes tinha quatro leitos, agora tem seis, todos com ventiladores pulmonares.O módulo exclusivo terá atendimento 24 horas, todos os dias da semana. A unidade conta com dez leitos de observação, dois de estabilização para os casos de agravamento do quadro clínico, e uma sala de aplicação de medicamentos, com cinco poltronas.O módulo gripal teve um investimento de aproximadamente R$ 3,4 milhões e conta com 75 profissionais de saúde, sendo 14 médicos intensivistas plantonistas, dois médicos diaristas, 13 enfermeiros, 20 técnicos de enfermagem, quatro maqueiros e quatro auxiliares de farmácia, entre outros.Os pacientes atendidos no módulo terão acesso aos procedimentos já realizados na UPA de Paripe, tais como exames de raio-x, laboratoriais e eletrocardiograma, além da atividade médica, de enfermagem e de farmácia. A unidade contará ainda com o suporte de uma ambulância durante 24 horas para retaguarda de pacientes regulados.