Equipes da UPA Cabula realizam primeira coleta para doação de córnea

A ideia é simples, mas o resultado transforma vidas: colaboradores mobilizados em abordar familiares de pacientes com morte cerebral em prol de zerar a fila de espera por uma córnea na Bahia.

Os profissionais da Unidade de Ponto Atendimento – UPA 24 Horas Cabula, em Salvador, estão mobilizados nessa causa e o resultado foi a primeira córnea doada para transplante captada no posto de urgência e emergência.

“No primeiro momento, fazemos um acolhimento humanizado com a família que perdeu o ente querido. Depois de uma conversa sobre como aceitar e lidar com a morte, explicamos a importância da doação de órgãos. Somente depois de se sentir confortado e amparado, o familiar tem condições de pensar em doação. Por isso a importância de fazer esse acolhimento e humanizar esse momento”, explicou Fabrício Góes, enfermeiro da equipe responsável pelo programa de transplante.