REAB pós covid-19 (PROADI-SUS)

O Hospital Municipal de Contagem (HMC) é um dos cinco hospitais escolhidos entre 6,5 mil hospitais do Brasil para fazer parte do Projeto Reab pós Covid do Ministério da Saúde. Além de ser o único hospital da Região Sudeste a participar do projeto. A iniciativa realizada em parceria com o Hospital Sírio Libanês, Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS)busca promover a reabilitação de pacientes após a alta hospitalar por Covid-19.

O Diretor Técnico do HMC, Mário Corteletti, esteve recentemente em São Paulo para assinatura do termo de compromisso e adesão ao projeto, e ressaltou a expectativa. “Com o Reab, esperamos reduzir o tempo de permanência de pacientes crônicos, integrar todas as estratégias e metodologias que envolvem os pacientes agudos e crônicos, possuir excelência em reabilitação hospitalar e rotatividade de leitos, auxiliando na liberação para outros pacientes”. 

O Reab funcionará nesta primeira fase do projeto com uma equipe de profissionais renomados do Hospital Sírio Libanês que realizará visitas semanais, dando total suporte aos profissionais da Saúde do HMC. Além disso, o Reab também ofertará equipamentos específicos para a unidade hospitalar, que irá auxiliar na realização de atendimentos dos pacientes com possíveis sequelas da Covid-19.

Sobre o HMC

No dia 30 de agosto, o Hospital Municipal de Contagem José Lucas Filho (HMC) completou 17 anos de fundação. Neste ano, além de dar continuidade para assistência à saúde da população contagense, outro desafio fez parte da rotina da unidade nos últimos cinco meses – o enfrentamento a pandemia do novo coronavírus.

Desde março, início das diretrizes sanitárias para prevenir a Covid-19 no município, o HMC teve seus espaços e serviços readequados, para que o cuidado de pacientes acometidos por esta doença respiratória pudesse ser realizado e vidas fossem recuperadas.

Para o Diretor Geral do Complexo Hospitalar de Contagem (CHC), Flávio Albuquerque, todo o serviço foi gerido por meio de protocolos e fluxo assistenciais, específicos para o trato em meio a pandemia. A equipe foi capacitada e atualizada, a todo o momento, conforme as diretrizes dos órgãos de saúde, assim como a transformação de áreas físicas e a ampliação de unidades de tratamento intensivo (UTIs). “Agora com o REAB, daremos continuidade ao excelente trabalho das nossas equipes de profissionais da saúde, e, ainda, poderemos contar com o Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) de Contagem, que, com toda certeza, será um grande parceiro deste projeto”, destacou, Albuquerque.

Participantes

O Hospital Municipal de Contagem (MG) será a referência do projeto na região sudeste e participa em conjunto com o Hospital de Palmas (TO); Hospital de Base de Brasília (DF), Hospital Geral de Fortaleza (CE) e Hospital Geral do Trabalhador (PR).